Friday, November 20, 2009

Você sabe comprar um helicóptero?

É sabido que um dos produtos mais cobiçados da classe média alta e privilegiada brasileira hoje é ter um helicóptero. Quem não quer sobrevoar os ceús das grandes cidades, vendo de cima todo o inferno que é lá embaixo? Quem não quer uma alternativa de transporte para driblar esses congestionamentos, principalmente na hora do rush no Rio ou em SP? Ou você do interior que deseja uma maneira mais rápida e segura de resolver seus problemas nos grandes centros.

Apesar de ainda estar atrás de Nova York em quantidades de aeronaves, a cidade de São Paulo no último número que tinha chegado à nossas mãos, possui 260 helipontos e seis grandes heliportos. Esse tráfego intenso de helicóptero forçou a cidade de SP a desenvolver um serviço de apoio operacional, tornando-se a única cidade no mundo a ter um Serviço de Controle de Tráfego Aéreo para helicópteros.

Hoje uma das opções de qualquer interessado é fazer uma busca na internet. Uma infinidade de websites com ofertas de helicópteros irá aparecer na sua telinha. Mas isso não é novidade para ninguém. Mas o que comprar? Por onde começar? Em quem confiar? Como fazer toda a operação de vistoria, financeira, jurídica e alfandêga? E sendo a maioria dos websites no fora do Brasil, como fazer?

Vamos nos concentrar na parte técnica e prática nesse newsletter. Se você já é piloto de helicóptero, a web é uma alternativa mas se você não é, um dever de casa têm que ser feito.

Voar um helicóptero não é tão fácil como parece. Você têm que pensar em 3 dimensões, usando pernas e braços ao mesmo tempo. Confesso ao mercado que para mim, que já sou um baby boomer, hoje seria um desafio ter tal concentração e acredito que para vários leitores. Se você é piloto, o aspecto técnico não é tão problemático. Mas como importar? Como financiar?

Pasmem vocês mas nas cotações que temos feito, temos reparado que uma boa quantidade de interessados não possue a menor noção do que comprar e de como comprar. Como o preço do helicóptero varia pelo tamanho, ano, disponiblidade de modelo no mercado, prazo de entrega entre outros ítens, sugerimos ao potencial cliente o seguinte:

1) Tenha um orçamento.
2) Defina o uso do aparelho? Trabalho? Laser?
3) Definir se vai voar longa distâncias ou não.
4) Definir se vai voar a noite ou não.
5) Defina a quantidade de passageiros.
6) Se quer leasing ou financiamento.
7) Defina a data de entrega.
8) Escolha com segurança quem irá fazer a inspeção técnica.

Essas são algumas perguntas iniciais e básicas que o cliente têm que se perguntar antes de dar qualquer passo em relação a um helicóptero. Você deve até deve estar pensando...isso todo mundo sabe! Mais uma vez, não é isso que a experiência têm nos mostrado....

A compra de um helicóptero não é um carro. Não só o custo é maior como você não pode correr o risco do big bird (grande pássaro) como muitos chamam aqui na América enguiçar lá em cima!

Não podemos nos esquecer que a máxima de Newton prevalece, se subiu têm que descer. O detalhe é de como vai descer. Maximize seu investimento e segurança.

No comments:

Post a Comment

Post a Comment